Tratamento de Zumbido no Ouvido

O zumbido no ouvido é um problema incomodo e desagradável que pode ser causado por uma grande variedade de causas. Sendo assim, o tratamento também irá depender muito do fator causador do problema.

Muitas vezes, a simples remoção de um tampão de cera já pode ser suficiente para melhorar o ruído. Em outros, pode ser preciso exames mais aprofundados, uso de antibióticos outros procedimentos mais específicos.

Portando, vamos entender um pouco mais sobre o assunto logo a seguir e compreender como ele pode ser tratado corretamente para evitar problemas futuros.

Formas de tratamento para o zumbido no ouvido

Para começar, vamos entender que o nome científico dado para o tal zumbido é acufeno. Para o seu tratamento, pode ser necessário um procedimento simples ou mesmo a combinação de diferentes terapias, envolvendo desde o uso de sons, até medicamentos antidepressivos e ansiolíticos.

Também é preciso identificar o que causa o problema para que seja possível tratá-lo, lembrando que diabetes, hipertensão, alterações hormonais e até o uso de alguns medicamentos podem ser os causadores.

Vamos conhecer a seguir os tratamentos mais utilizados para tratar o zumbido no ouvido:

  • Medicamentos

Alguns medicamentos podem ser usados para tratar o problema de zumbido no ouvido, dependendo da sua causa. Dentre eles, podemos citar os ansiolíticos e antidepressivos, vasodilatadores, que ajudam com a vertigem e espasmos dos vasos, bem como anti-histamínicos, que têm ação anticolinérgica e vasodilatadora.

O Calminax Acufene é um medicamento natural importado para zumbido no ouvido e que tem dado excelentes resultados.

  • Aparelhos auditivos

Um dos motivos do zumbido no ouvido é a perda da audição, bastante comum em pessoas mais velhas. Por isso, o uso de aparelhos auditivos pode ser uma excelente alternativa, auxiliando no tratamento e minimizando o zumbido, que é considerado um som interno.

  • Terapia de sonorização

Muitas pessoas sentem o zumbido no ouvido especialmente quando o ambiente está silencioso. Portanto, o uso de som ambiente também pode ser considerado uma forma de tratamento, bem como o uso de ruídos brancos, músicas leves ou sons da natureza.

Tudo isso ajuda a diminuir a percepção do zumbido no ouvido, aliviando o problema e melhorando a qualidade de vida do indivíduo.

Atualmente, já existem diversos aparelhos voltados para a reprodução de sons que podem ser úteis para o quadro.

  • Mudanças alimentares

pode ser recomendado também evitar o consumo de certos alimentos que estimulam o problema, tais como cafeína, açúcares, álcool, edulcorantes artificiais e também o cigarro.

Mais do que isso, também pode ser recomendado evitar o consumo de gorduras trans, excesso de sal e derivados do leite.

O mais importante é consultar o seu médico e fazer o acompanhamento correto para sanar o problema de zumbido no ouvido.

Dicas Para Emagrecer Rápido

Estar acima do peso é algo que pode ser mesmo muito frustrante, mas saiba que existem alternativas para quem quer emagrecer rápido e obter os melhores resultados.

No entanto, claro, é essencial lembrar que assim como o peso não chegou ao seu corpo de um dia para o outro, ele também não vai sair dessa forma.

Por isso, seja consistente e sempre opte por hábitos saudáveis, que possam ser levados para toda a sua vida. Se você usar o produto Amino DTX que é um emagrecedor natural e fazer uma boa alimentação seus resultados serão absurdos.

No entanto, não tem nada melhor do que perder peso rápido para ajudar a gente a manter a motivação e seguir firme no propósito do emagrecimento, então, vamos ver alguns dicas essenciais para isso:

  • Não repita alimentos no dia

Se você comeu pão pela manhã, escolha outro carboidrato para a noite, sempre sendo integral, claro. Se comeu manteiga de amendoim no pré-treino, aposte nas oleaginosas no restante do dia. Entendeu?

  • Legumes ao menos 4x na semana

Estudos mostram que uma dieta de baixa caloria mas que inclui legumes ao menos 4x na semana oferecem uma perda de peso mais significativa depois de 4 semanas.

  • 8,5 horas de sono

Todos sabem que o sono afeta o organismo e é por isso que é essencial ter uma noite de sono com, ao menos, 8,5 horas. Estudos mostram que isso proporciona uma maior controle das calorias ingeridas.

  • Diminua sal e alimentos industrializados

Manter os níveis de sódio dentro do recomendado é essencial para emagrecer rápido. Pro isso, evite o excesso de sal e também os alimentos industrializados, que contém altos níveis de sódio.

  • 20 minutos diários de HIIT

Os exercícios intervalados de alta intensidade (HIIT – High Intensity Interval Training) são uma ótima forma de perder peso em pouco tempo. Isso sem falar que atuam no metabolismo de forma a favorecer a perda de peso por até 48h depois do fim da atividade.

  • Evite biscoito, macarrão e doces

Evitar os carboidratos é a forma mais rápida e simples de desinchar facilmente. Uma das principais fontes de

  • Porção diária de oleaginosas

farinhas refinadas são o macarrão, bolachas, biscoitos e doces, por isso, evite-os.

Estudos mostram que ingerir uma pequena porção diária de oleaginosas pode ajudar na perda de gordura abdominal se comparado com dietas que não contemplam esse alimento mas mantém o mesmo número de calorias.

Pronto, agora você já sabe como emagrecer rápido!

Como prevenir as varizes na gravidez?

Além do grande desconforto estético que causam, as varizes também podem ocasionar sintomas mais desagradáveis, tais como inchaço, dor, sensação de ardor e outros.

O que você precisa saber é que a gravidez é um período em que o corpo pode ficar especialmente propício ao desenvolvimento desse problema. Isso acontece especialmente por causa do aumento de peso rápido que é comum nessa fase.

Isso sem falar que o corpo está trabalhando com níveis hormonais bem mais altos, o que é considerado um fator que favorece mais ainda as varizes.

Mas o que são as varizes

Para quem não conhece, as varizes são vasos dilatados e que se deformam por causa do acúmulo de sangue no local.

Isso porque os vasos sanguíneos que levam o sangue ao coração possuem válvulas que ajudam o sangue a não desder novamente quando é bombeado. Essas válvulas são essenciais para que seja possível agir contra a gravidade, enviando o sangue desde os membros inferiores até o pulmão e coração.

No entanto, existem alguns fatores que fazem com que essa válvula não funcione mais tão bem e é aí que surgem as varizes. Dentre os diversos tratamentos existentes, o creme Varizero é um dos preferidos pelas mulheres devido a facilidade de uso e por ser algo indolor, ao contrário de outros tratamentos mais invasivos.

Dicas para evitar varizes na gravidez

Veja a seguir alguns cuidados que você pode tomar para evitar as varizes durante a gravidez:

  • Não fique muito tempo sentada ou em pé.
  • Movimente-se sempre que possível.
  • Evite o ganho excessivo de peso.
  • Que que possível, estenda e flexione os pés para ajudar na circulação das pernas.
  • Quando estiver repousando, mantenha as pernas elevadas. O mais indicado é ficar com as penas para cima por 10 minutos ao menos 3 vezes ao dia..
  • Exercite-se, lembrando que a boa circulação também ajuda a evitar inchaços. O ideal são aqueles exercícios de pouca força e muita repetição.
  • Deite-se sobre o lado esquerdo, especialmente no último trimestre da gestação, pois isso irá ajudar a aliviar a compressão que o útero gera nos vasos..
  • Se possível, use meias de compressão elástica. Ela deve ser usada desde o começo da gestação até 4 semanas depois do parto. Isso ajuda a aliviar sintomas como o inchaço nas pernas, além de evitar o surgimento das varizes.

O mais importante é lembrar que as meias devem comprimir, mas não apertar. Por isso, é essencial falar com médico para ter a indicação certa da compressão o do uso desse produto.

Confira mais dicas abaixo:

Pronto, agora você já sabe como evitar varizes na gravidez!

Aproveite para emagrecer no inverno com essas dicas

Você é do tipo que basta a temperatura cair para sua gula aumentar? Ah, saiba que não está sozinho nessa, comprovadamente, o corpo busca uma forma de compensar nessa época, pois ele gasta mais energia para manter a temperatura estável, por isso, é preciso ter cuidado e evitar os excessos. Mas como controlar a fome no inverno e não engordar?

É exatamente isso que vamos mostrar aqui, algumas dicas simples que vão ajudar você a controlar a fome no inverno e… emagrecer!

1. Beba água

A primeira dica não poderia ser outra: beber muita água. Mesmo que no inverno, a vontade de beber água diminua, é preciso manter a ingestão de líquidos, pois com o corpo hidratado, a sensação de saciedade é maior e, claro, a fome diminui.

2. Coma frutas e saladas

Frutas e saladas protegem o organismo, e embora sejam mais apetitosas no calor, temos que usá-las como aliadas da boa forma, já que prolongam a saciedade e fortalecem o sistema imunológico.

3. Aposte nas sopas

Procure trocar aquele prato de massa com molho por uma sopa. Existem diversas receitas que, além de maravilhosas, ainda ajudam a aquecer o corpo e mantêr a boa forma.

4. Invista em chás

Principalmente, nos dias mais frios, é mais difícil beber a quantidade ideal de água por dia (2 litros), então, experimente substituir por alguns chás que, além de aquecer, ainda evita que ingira bebidas mais calóricas, como o chocolate quente.

5. Aposte nos termogênicos

Os alimentos termogênicos, além de ajudar a queimar gordura corporal, ainda auxiliam o corpo a produzir mais calor. Invista em chá-verde, hibisco, canela e gengibre.

Vale a pena também em investir em produtos que tenham picolinato de cromo como o emagrecedor Maxifina que é 100% natural.

6. Diminua o intervalo entre as refeições

Já que a vontade de comer aumenta no frio, procure diminuir o intervalo entre as refeições, comendo de duas em duas horas, mas pequenas porções e com poucas calorias.

7 . Substitua os doces

Se as frutas cruas não lhe apetecem no inverno, experimente comê-las assadas. Assim, você diminui a vontade de comer doces mais calóricos.

8. Chocolate sim!

Quem disse que tem que cortar o chocolate? A dica, para não engordar, é escolher as melhores opções, como o cacau em pó, para o chocolate quente, ou os mais amargos (70%). E prefira comer pela manhã, assim terá dia todo para queimar as calorias.

9. Aposte nas Fibras

Além de outros benefícios, as fibras, também, controlam a fome, dando mais saciedade, além de ajudarem a regular o intestino e a manter o colesterol em níveis normais. Invista em arroz integral, linhaça, aveia, milho, chia, entre outros.

10. Opte pela versão integral

Você não precisa se privar de um prato de massa, é só fazer as opções certas, por exemplo, uma massa integral com bastante legumes e uma carne magra (peito de frango, por exemplo), no caso da pizza, prefira as mais finas e prefira recheios menos gordurosos, rúcula com tomate seco, marguerita…

11. Se exercite sempre

Não deixe de se exercitar, por mais preguiça que esteja sentindo (e que é normal nessa época), pois a atividade física, além de ajudar a emagrecer, contribui para aumentar a sensação de bem-estar, além de diminuir a ansiedade.

Dicas para ter cabelos crespos bonitos e saudáveis

Seus cabelos são crespos? Não sabe o que fazer para deixá-los bonitos e saudáveis? Então, continue lendo.

Cabelos crespos são lindos mas exigem cuidados redobrados, e isso porque seus caracóis impedem que a oleosidade chegue até as pontas, e isso faz com que os fios fiquem ressecados.

Mas, felizmente, tudo tem jeito e hoje o mercado da beleza já entendeu que existem diferentes tipos de cabelos e cada um exige determinados nutrientes.

Quer ter cachos bem definidos e fios saudáveis? Então confira abaixo alguns cuidados que deve ter para que seus cabelos fiquem bonitos e cheios de saúde.

  1. Use produtos específicos para cabelos crespos

Hoje já é possível encontrar os produtos certos para cada tipo de cabelo, e os para cabelos crespos contêm ativos específicos para preservar a hidratação, a força e ainda deixar os caracóis definidos.

  1. Lave os cabelos com água fria

Na verdade, essa dica vale para todos os tipos de cabelos, evitar água muito quente, já que pode deixar os fios mais ressecados e, em alguns casos, até provocar descamação no couro cabeludo. Capriche nos jatos frios, ao contrário dos quentes, eles ajudam a fechar as cutículas e ainda deixam os cabelos super brilhantes.

Dica: Use Capimax Hair para fortalecer os fios!

  1. Seque naturalmente

Evite fazer uso de sacadores, deixe os cabelos secarem naturalmente, nem que para isso precise acordar mais cedo. Após sair do banho, retire todo o excesso de água dos cabelos com a toalha, isso vai fazer não só que eles sequem mais rapidamente, como também, irá evitar o frizz.

E jamais esfregue a toalha na cabeça, apenas pressione suavemente os fios de baixo para cima, pois os fios molhados ficam ainda mais frágeis e podem se quebrar.

  1. Jamais use escova

Não use a escova jamais, apenas pente, e de dentes largos e, de preferência, quando os fios ainda estiverem molhados, e invista em um creme para pentear, evitando friccionar e acabar quebrando os fios ao desembaraçar.

  1. Cuidado ao aplicar

Muito cuidado quando for aplicar o creme, tem que ser da raiz para as pontas, sem encostar no couro cabeludo. Aplique aos poucos, sem deixar o cabelo encharcado de produto, para não pesar e acabar desfazendo os cachos.

  1. Lave antes de reaplicar

Jamais aplique creme por cima do creme… é preciso lavar o cabelo e retirar bem o creme aplicado no dia anterior, antes de reaplicar o produto, pois o acúmulo pode deixar os cabelos opacos e sem vida. E se não lavar os cabelos todos os dias, então, prefira usar produtos em spray, pois são mais leves.

  1. Capriche na hidratação

Como foi dito, cabelos crespos são mais ressecados, por isso precisam ser sempre hidratados. E procure hidratá-los, uma vez por semana, no mínimo, com produtos específicos para cachos, cremes noturnos e máscaras de hidratação.

  1. Invista em leave-in

Não quer ter cabelos com cachos bem definidos? Então, a dica é investir todos os dias em um bom leave-in, ou creme de pentear sem enxágue, nos cabelos para dar forma.

Procure carregar sempre com você um spray ativador de cachos na bolsa e aplicar sempre que sentir que seus fios estão mais ásperos ou ressecados.

  1. Feche com um reparador de pontas

Mesmo após aplicar o creme para pentear, um bom reparador de pontas com silicone pode ser usado diariamente para dar mais brilho aos cabelos e soltar os fios já secos.

Qual é a importância e a função da próstata?

Veio até aqui querendo saber qual a importância da próstata? Não sabe nem qual a sua função? Então, confira tudo isso nesse artigo!

Parece incrível, mas muita gente nem sabia o que era próstata até surgir o movimento Novembro Azul, justamente, para conscientizar sobre a importância da prevenção do câncer de próstata.

Responsável por nada menos que 14 mil mortes por ano, o câncer de próstata acomete cerca de 68 mil brasileiros por ano.

Por essa razão, é fundamental que os homens conheçam o problema e porque é tão importante manter um estilo de vida saudável, fazendo exames regularmente, principalmente, a partir dos 40 anos.

O que é a próstata

A próstata é uma glândula localizada entre o pênis e a bexiga urinária, fazendo parte do sistema reprodutor masculino, tendo ligação direta com as vesículas seminais, e juntos produzem o líquido espermático.

Enquanto nos homens mais jovens essa glândula tem o tamanho médio de uma noz, em homens mais velhos, ela pode ser um pouco maior. 

Função e importância da próstata

A próstata é a responsável por produzir um líquido alcalino, o qual constitui cerca de 10% à 30% do sêmen. E ao ejacular, este líquido se soma ao esperma. A função da secreção prostática é proteger e nutrir, com sais minerais e enzimas, os espermatozóides. A acidez da vagina também é neutralizada pela  alcalinidade da secreção prostática, que acaba prolongando o tempo de vida dos espermatozóides. Como a próstata também contem músculos, ao serem comprimidos, ajudam a expelir o esperma.

Doenças da Próstata

As principais doenças da próstata são três: Prostatite, Hiperplasia prostática benigna e Câncer de próstata.

  1. Prostatite (ou inflamação na próstata): geralmente é causada por infecções, causando dor e inchaço no local. O tratamento, na maioria das vezes, é feito com antibióticos e anti-inflamatórios.
  2. Hiperplasia prostática benigna: é o crescimento da próstata. Como acaba comprimindo a uretra, costumam causar dificuldade em urinar. Geralmente, atinge homens com mais de 50 anos, tendo como principais fatores de risco o histórico familiar, obesidade, sedentarismo e diabetes. O tratamento é baseado em mudança no estilo de vida, podendo, as vezes,  incluir cirurgia.
  3. Câncer de próstata: é o câncer mais comum nos homens e muito perigoso, justamente, pelo fato de não apresentar sintomas iniciais sendo, por isso, muito importante realizar exames preventivos. O tratamento é feito após uma biópsia, confirmando a presença de tumor podendo se chegar à remoção cirúrgica da glândula até a radioterapia.

Como prevenir e tratar

Sem dúvida, a melhor forma de prevenir é procurar realizar exames rotineiros, possibilitando um tratamento precoce do câncer de próstata. O indicado é procurar fazer dois tipos de exames regularmente, principalmente após os 40 anos: o toque retal e o teste de PSA.

No exame de toque retal é possível fazer uma avaliação tátil do tamanho, forma e textura da próstata. E no teste de PSA é possível avaliar os níveis de Antígeno Prostático Específico presentes na corrente sanguínea, se forem altos, há a possibilidade de câncer, que só é confirmada a partir de uma biópsia.

É preciso ter em mente que quanto mais cedo se descobrir qualquer doença na próstata, mais simples e rápido será o tratamento. Por isso, não deixe de consultar o médico regularmente para prevenir e, se for preciso, tratar qualquer problema na próstata.